Novo sistema de Videomonitoramento em São Luís auxilia operações policiais

download

O Centro de Comando e Controle de Videomonitoramento da Região Metropolitana de São Luís já apresenta resultados positivos dentro do previsto pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP). O sistema foi inaugurado dia 12 de setembro pela governadora Roseana Sarney e secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, como parte do programa de ações na área de segurança e em comemoração aos 400 anos de São Luís.

"É mais uma ferramenta moderna e inovadora de apoio para as forças de segurança, que o Governo coloca à disposição da população, uma vez que qualquer cidadão pode se comunicar e interagir diretamente com o operador, logo na iminência de algum fato. Sabemos que uma câmera não substitui um homem, mas acrescenta mecanismos que vão auxiliar no trabalho de prevenção e de investigação policial, permitindo com que o Sistema de Segurança planeje com mais eficiência as operações e atividades policiais para coibir a violência. Temos provas, a exemplo de outras cidades, onde a redução dos índices de violência em uma região que seja monitorada foi de mais de 40% em um curto tempo", destacou Aluísio Mendes.

Operacionalidade

Ocorrências registradas pelo operador de videomonitoramento, por meio das câmeras móveis não, necessariamente, configuram como crime. O operador identifica um evento que considera suspeito, sendo este crime ou não, e o comunica à Central de Despacho do Ciops, integrada pelas Polícias Civil e Militar e ainda do Corpo de Bombeiros Militar. Em seguida, é verificada a ocorrência registrada e analisa a necessidade de se acionar uma viatura policial para aquela localidade.

Alta Tecnologia

As câmeras instaladas na Região Metropolitana possuem a mais moderna tecnologia em videomonitoramento do Brasil. As imagens são captadas em alta definição e tem capacidade de visualizar objetos ou pessoas em um raio de 1 quilômetro sem perder o foco na nitidez.

Segundo Aluísio Mendes, o sistema de videomonitoramento de São Luís servirá de modelo a ser desenvolvido durante a Copa do Mundo no Brasil, em 2014. Os investimentos, só na fase de colocação das primeiras 100 câmeras, são da ordem de R$ 19 milhões. A meta do Governo do Estado é instalar 300 câmeras até julho de 2013. As unidades móveis de última geração são responsáveis por registrar em tempo real, durante 24 horas por dia, o que está acontecendo em todo o entorno onde está localizada.

Aliado a colocação dos postes próprios para sustentação das câmeras, a SSP fez a instalação dos cabos de fibra ótica interligando toda uma malha de cabos permitindo assim a operacionalização do Sistema de Videomonitoramento. De acordo com o diretor do Ciops, delegado de Polícia Civil Enoque Lemos, foi necessário instalar um cinturão digital na cidade para viabilizar o sistema. "Criamos a própria rede de cabos da SSP sem nenhuma interferência de sinal e sem depender de cabos particulares. Apenas há um compartilhamento com outros postes para distribuição do sistema", disse o diretor.

Acionar o botão

A população pode acionar o Ciops, por meio de um botão, fixado nos postes que servem de suporte para as câmeras. Quando o botão é apertado, automaticamente a ligação é direcionada para a Central e o operador consegue ver e se comunicar com o cidadão. E caso seja necessário, a Central enviará uma equipe para realizar o atendimento.

Cada poste contempla um sistema de alta voz, microfone, corneta e alto falante interligados com o Ciops através de sinal digital, proporcionando a população um novo canal de comunicação com as forças de segurança.