SSP apresenta sequestradora de criança do Hospital em Alto Alegre do Maranhão

Uma ação coordenada pela Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) e realizada pela equipe da delegada Maria de Jesus Sousa Melo, que está respondendo pela Delegacia Regional de Bacabal e pelo delegado José Henrique Rodrigues, da delegacia de São Mateus culminou na prisão da mulher suspeita de raptar um recém-nascido, na segunda-feira (25), do Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão.

Os policiais localizaram a criança no município de São Mateus, após informações de que havia uma mulher naquela cidade que teria tido um bebê em Alto Alegre do Maranhão, na manhã do dia 25.

gg

Cleudiane Conceição Ortenco Rocha, 20 anos, foi encontrada na casa dos pais na Rua Magalhães de Almeida, Bairro Vaquejada em São Mateus. A mulher foi apresentada, nesta quarta-feira (27), na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), pelo secretário Aluísio Mendes, o adjunto de Inteligência e Assuntos Estratégicos, Laércio Costa, a delegada Geral de Polícia Civil, Maria Cristina de Meneses, e o superintendente do Interior, Jair Lima de Paiva.

“Trabalhamos nas investigações com total discrição para não comprometer a localização da mulher e possibilitar a recuperação da criança sem sequelas, pois não sabíamos da real intenção dela com a criança que já está em casa com a família”, disse Aluísio.

A delegada Geral acrescentou que não há quaisquer indícios de se tratar de tráfico de pessoas. Segundo as investigações, a intenção de Cleudiane era manter a criança como se fosse sua filha.

Cleudiane Conceição Ortenco Rocha apresenta as mesmas características do retrato-falado divulgado pela Delegacia Geral na tarde de terça-feira (26). Segundo informações policiais, ao ver a polícia em sua residência, a mulher apresentou um comportamento agitado e alegou que ficou internada no hospital, tendo o suposto parto ocorrido por volta das 9h de segunda-feira (25).

O superintendente do Interior, Jair de Paiva, disse que ficou constatado junto ao Hospital que não havia nenhum prontuário ou procedimento clínico registrado em nome de Cleudiane. Testemunhas relataram, ainda, durante depoimentos, sobre a vestimenta e a bolsa utilizada por ela no momento do sequestro. Os objetos foram encontrados, nas mesmas características relatadas, em sua casa.

Na ocasião da prisão, o bebê foi levado para o Hospital de Alto Alegre, onde foi reconhecido pela família. A mulher também foi conduzida, sob a custódia da polícia, para o Hospital daquele município, tendo sido comprovado que ela era de fato a sequestradora da criança.

O inquérito policial do caso tem 10 dias para ser concluído. O foco da Polícia agora é investigar possíveis participações de outras pessoas no sequestro. Cleudiane Conceição Ortenco Rocha foi autuada por sequestro e será encaminhada para o Presídio Feminino.

 

SSP e Senac definem parceria para implantar novos cursos profissionalizantes

Foto 1 - novos cursos profissionalizantes

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), por meio da Secretaria-Adjunta de Desenvolvimento e Articulação Institucional (Sadai), promoveu, nesta quarta-feira (27), uma reunião com representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para apresentar aos comandantes dos Batalhões de Polícia Militar da Região Metropolitana de São Luís e o comandante geral da USC todo o cronograma de cursos de qualificação profissional para o ano de 2013.

Na pauta a definição das novas datas de inscrições, início dos cursos e a implantação de novos cursos de Formação Profissional. Durante a reunião, os gestores da SSP e os oficiais da PM puderam conhecer o funcionamento, didática, além dos requisitos necessários para que os candidatos possam preencher as vagas.

Serão oferecidos cursos nas áreas de Operador de Computador; Montagem e manutenção, dentre outros. Ao todo serão, nesta primeira fase, ofertadas 280 vagas. A previsão é que as aulas tenham início este semestre.  Cada curso terá uma carga horária de 240 horas. Os cursos funcionarão nas quatro Supervisões de Aéreas Integradas de Segurança Pública (Saisp) Norte, Sul, Leste e Oeste; no 1ª BPM; Colégio Tiradentes, Academia Integrada de Segurança Pública (Aisp) e, em Companhias da Polícia Militar. Segundo os coordenadores do Senac, os cursos funcionarão no 1º e 2º semestres. As aulas ocorrerão de segunda a sexta-feiras, sempre nos turnos matutino e vespertino.

Datas

O curso de Operador de Computador está previsto para iniciar já no mês de março.  Os candidatos interessados em participar da qualificação profissional já podem se inscrever. O candidato deve estar cursando da 2ª e 3ª séries do ensino médio, na rede pública. As inscrições podem ser feitas nas secretárias das escolas.

Para o secretário-adjunto de Desenvolvimento e Articulação Institucional da SSP, coronel Antônio Roberto dos Santos, essas qualificações de cunho preventivo tem se tornado um grande aliado da sociedade, pois essas ações contribuem para a diminuição da criminalidade, e, principalmente, para o ingresso dos jovens no mercado de trabalho.

“O objetivo da reunião é estreitar a parceria entre os comandantes das unidades militares e as instituições educacionais, além de capacitá-los para o bom acompanhamento dos jovens que participarão do projeto e, conscientizar sobre a importância desses projetos”, explicou o secretário-adjunto Antônio Roberto.

As aulas serão presenciais e serão coordenadas por professores de alta qualificação profissional indicados pelo Senac. Ao final de cada curso, os alunos receberão os certificados registrados pela instituição e serão incluídos no banco de dados de encaminhamento para o mercado de trabalho.

O coordenador geral das USCs, tenente- coronel Jorge Allen Guerra Luongo, informou que este será o 3º curso a ser ministrado na Unidade de Segurança Comunitária da Vila Luizão, inaugurada na terça-feira (26). “O primeiro curso teve início em dezembro, antes mesmo da inauguração. Foram 90 jovens e adolescentes beneficiados com os cursos de Logística, Almoxarifado e Auxiliar Administrativo. A turma deve concluir o curso no próximo dia 8. Já iniciamos o curso de manipulação de alimentos, do Projeto Mulheres Mil, em parceria com o Instituto Federal do Maranhão (Ifma). Neste, estão participando 25 mulheres”, contou o coordenador geral da USCs. Ele explicou que além da parte técnica, os alunos recebem noção de empreendedorismo.

Participaram, ainda, da reunião os comandantes do 1ª BPM, tenente-coronel Celso Jardim; da Companhia de Policiamento Rodoviário (CpRV), major Silvio D’Eça, além de oficiais da Companhia de Turismo Independente (CpTur), do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), do  Esquadrão de Polícia Montada (EpMont) e representantes do Senac.

Ação da PM desarticula mais uma quadrilha que agia na Vila Luizão

foto

Resultado de mais uma ação de pacificação na região da Divinéia/Luizão, policiais militares da Unidade de Segurança Comunitária (USC) desarticularam mais uma quadrilha de criminosos que agia naquela região. Desta vez, foram presos três integrantes de um bando especializado em roubos a residências. De acordo com a Policia, além da Vila Luizão e Divinéia, o grupo é suspeito de cometer assaltos também em vários bairros da Região Metropolitana.

Estão detidos Otniel Castro Amorim, 25 anos, residente no Bairro do Angelim e Clenilton Santos Alves, 22 anos, morador do São Francisco. Durante a ação, os PMs apreenderam, ainda, um adolescente de 16 anos, natural da cidade de Penalva. O bando foi capturado na noite de terça-feira (27). no Bairro do Sol e Mar.

Para o tenente-coronel Jorge Guerra Luongo, coordenador geral das USCs, estão sendo desencadeados uma série de trabalhos e operações de pacificação nos bairros que abrange a área da USC, visando uma diminuição do índice de criminalidade. “Estamos trabalhando para que os números de violência possam diminuir. Faremos um trabalho preventivo, porém continuaremos com todo esse planejamento com ações ostensivas e repressivas em toda a região”, ressaltou o oficial.

Na ação, foram apreendidos três notebooks e uma CPU; um cordão de metal semelhante a ouro; quatro aparelhos televisores LCD e um monitor da marca AOC; dois aparelhos celulares; um revólver calibre 38 da marca Taurus com seis munições intactas, além de dois veículos, sendo um Peugeot 206 de cor cinza, de placas NMW – 1776 e, ainda, um Ecosport de cor vermelha de placas NXC – 8158, que eram utilizados nos assaltos.

De acordo com informações policias, Otniel Castro e Clenilton Santos estavam no veículo Peugeot em atitude suspeita, quando foram abordados pelo militares que faziam rondas de rotina na área. Ao ser abordada a dupla tentou empreender fuga, mas eles foram perseguidos e capturados logo em seguida.

No carro, foi encontrada a arma escondida embaixo de um dos bancos do veículo. Durante interrogatórios, os criminosos levaram os policiais até uma casa abandonada, onde estavam os objetos subtraídos nas ações criminosas. No local as equipes policiais encontraram o adolescente de 16 anos que fazia a guarda das coisas. Já os ocupantes do Ecosport abandonaram o carro e fugiram.

Os suspeitos foram levados para o Plantão Central da Refesa e autuados, pelo delegado plantonista Lawrence Moraes Alves, pelos crimes de formação de quadrilha e roubo qualificado. Contra o adolescente foi lavrado o auto de apreensão em flagrante. Eles permanecerão detidos à disposição da Justiça.

Unidade de Segurança

A primeira Unidade de Segurança Comunitária do Maranhão foi inaugurada, na terça-feira (26), pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes.

O projeto tem como referência o modelo das UPPs do Rio de Janeiro. No Maranhão, o projeto apresenta inovações como a implantação de 10 câmeras de videomonitoramento que cobrem o perímetro de todo o complexo policial dando ao comando de cada unidade um controle, 24 horas por dia, de toda a movimentação. As câmeras estão interligadas a um centro de comando instalado na própria Unidade e também no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), na sede da SSP.      

No local serão oferecidos ainda cursos de qualificações aos moradores das áreas vizinhas as USCs. Na da Divin´ria/Vila Luizão três cursos já estão sendo oferecidos. O intuito é qualificar jovens e adolescentes e reduzir o número de envolvimento de jovens com o mundo do crime.  

Polícia prende mais uma integrante da quadrilha envolvida no seqüestro do menino Pedro Paulo

Uma ação do Serviço de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), com o apoio da Polícia Civil do Estado de Tocantins, resultou na prisão de mais uma integrante da quadrilha que seqüestrou o menino Pedro Paulo Mendes, o Pedrinho, de 4 anos. O crime ocorreu em Imperatriz, em junho do ano passado. Maria Alves Sandes da Silva, conhecida como Tina ou Cristina, de 31 anos, é a quinta pessoa detida suspeita de envolvimento no sequestro.

Foto 1 - Priso - sequestrador

Segundo a Polícia, foi ela quem cuidou do garoto durante os 14 dias em que ele permaneceu no cativeiro. Três integrantes foram presos no próprio sítio na cidade de Cicilândia, utilizado para esconder o menino e o líder intelectual, Sebastião Soares, que tem mais de 10 mandados de prisão em aberto no país inteiro, e que já está preso desde janeiro deste ano.

“Tina” foi localizada na madrugada desta terça-feira (27) em um sitio no município de Araguaina (TO).  De acordo informações policiais, após o sequestro, ela e o esposo, Geraldo Bueno da Silva, de 30 anos, que também participou da ação, fugiram para o estado do Pará, onde se homiziaram na cidade de São Geraldo do Araguaia.

Prisão

Durante as investigações e troca de informações com a polícia tocantinense, foi descoberto que Geraldo Bueno havia sido assassinado no último dia 24 por conta do tráfico de drogas. A Polícia conseguiu monitorar a suspeita e descobriu que o sepultamento do marido seria realizado na cidade de Araguaina. 

De posse das informações, as equipes policiais se deslocaram até o cemitério. No entanto, quando os policiais chegaram ao local, já havia acontecido o sepultamento. Os investigadores conseguiram obter o endereço da foragida na administração do cemitério e se deslocaram ainda noite de ontem (26) à residência. Após receber voz de prisão, ela foi encaminhada para a delegacia daquele município, onde confessou participação no sequestro.

Em depoimento, a suspeita delatou, ainda, que o esposo havia ganho na época a quantia de R$ 20 mil pela participação na trama criminosa. Na manhã desta quarta-feira (27), Maria Alves Sandes da Silva foi recambiada para a cidade de Imperatriz, onde permanecerá detida à disposição da Justiça.

Mais

De acordo com a polícia, o sequestro do menino Pedrinho foi idealizado por Antonio Dagui, ex-funcionário do pai da criança, Jurandir Mellado. Dagui, por anos, trabalhou com a família do sequestrado e conhecia de perto todos os hábitos dos moradores da casa onde vivia o garoto, o que lhe facilitou detalhar aos sequestradores, os passos e o poder aquisitivo de cada um dos familiares de Pedro Paulo. Dagui foi demitido ano passado pelo pai do garoto.

De posse dos dados da rotina da família, Antonio Dagui informou tudo ao líder do bando, Sebastião Soares, de alta periculosidade e com mais de 10 mandados de prisão, sendo procurado no Brasil inteiro. Ele repassou, inclusive, as condições de saúde da criança, que tem rejeição a lactose e também o valor máximo que eles poderiam pagar pelo resgate. A partir daí, a quadrilha se organizou e começou a planejar o seqüestro consumado na manhã de 27 de junho de 2012.

“Essa é uma quadrilha extremamente perigosa e muito bem organizada. Todas as nuances do sequestro revelam isso e basta ver o modus operandi dos mesmos, que só se comunicaram com a família através de mensagens cifradas abandonadas dentro de pequenos frascos em pontos estratégicos de Imperatriz e por meio de chip de memória, onde as mensagens eram gravadas e depois repassadas aos interlocutores”, detalhou, na época, o secretário de Estado de Segurança Pública, Aluisio Mendes. O secretário informou também que, antes do Maranhão, esse tipo de sequestro só foi realizado uma vez no Brasil, no Estado do Paraná.

2º BPM recupera dois veículos roubados e prende assaltantes em Caxias e Duque Bacelar

ssp-artigo-02

Em duas ações realizadas pelo 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM), sediado em Caxias, foram detidas cinco pessoas envolvidas em assaltos e homicídios nos municípios de Caxias e Duque Bacelar. As prisões ocorreram na noite da última segunda-feira (25).

Na primeira ação, realizada em Caxias, militares do Grupo de Operações Especiais do 2º BPM efetuaram as prisões de Deusdete da Silva Magalhães, conhecido como “Playboy”, de 25 anos, e Francinaldo Almeida Moura, conhecido como “Cara Preta”, 26 anos,

Na abordagem, que aconteceu no centro de Caxias, ao notarem a presença da polícia, os dois suspeitos tentaram empreender fuga em uma moto Honda Fan, mas foram detidos. Em seguida, foram conduzidos para o Plantão Central de Caxias. Ainda na abordagem, os policiais verificaram que a placa da motocicleta encontrada com a dupla estava adulterada.

A placa com terminação 5 foi adulterada, com fita isolante e transformada em nº 6. Durante os levantamentos, ainda foi identificado que Francinaldo tem passagem na polícia pela prática de assaltos, enquanto Deusdete está sendo investigado por um crime de homicídio ocorrido em 2012, no bairro Pampulha. Ambos foram conduzidos e autuados em flagrante no artigo nº 311, por adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor.

Em outra ação, também do 2º BPM, foi detido Marcos Rafael da Paz Abade, conhecido como “Erê”, de 20 anos, residente no bairro Fazendinha, em Caxias. Segundo informações policiais, ele é apontado como autor de dois assaltos ocorridos na região, nos últimos dois dias. Na delegacia, ele foi reconhecido por vítimas dos assaltos. Ainda foi identificado que contra Marcos Rafael existe um mandado de prisão, também por assalto.

Já em Duque Bacelar, a 103 km de Caxias, a guarnição da PM efetuou a prisão de Raimundo José dos Santos Silva, 33 anos, e Francisco Borges Medeiros, 20 anos. Ambos estavam de posse de uma moto Honda Biz, cor amarela que foi tomada de assalto no último domingo (24), em Coelho Neto. Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia de Coelho Neto e autuados em flagrante. O veículo foi localizado no povoado Nazaré do Bruno, zona rural de Caxias.

Governadora Roseana instala novo modelo de segurança com entrega da USC Divinéia/Vila Luizão

Image 1
 
Moradores dos bairros Divinéia, Vila Luizão e Sol e Mar, que somam uma população de aproximadamente 120 mil pessoas, foram beneficiados, nesta terça-feira (26), com a primeira Unidade de Segurança Comunitária (USC) do Maranhão, projeto do Governo do Estado realizado por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Inaugurada pela governadora Roseana Sarney e pelo secretário de Segurança, Aluisio Mendes, a unidade vai garantir policiamento reforçado na área 24 horas por dia. Serão 92 homens da PMs, 12 veículos e 10 câmeras de videomonitoramento instaladas em pontos estratégicos em toda da região.
 
A expectativa é de redução em até 70% do índice de criminalidade na área, a partir da instalação da Unidade. “O nosso propósito é reafirmar o compromisso com cada família e com cada cidadão maranhense. Dizer que estamos presentes para prestar os serviços que vão melhorar a vida de cada um de vocês. Essa primeira unidade servirá de espelho para as demais que planejamos implantar, não só na capital, mas nos principais municípios do Estado”, declarou Roseana Sarney.
Para este ano, está prevista a instalação de unidades nos bairros Coroadinho e Cidade Olímpica. Também integram o projeto, que visa melhorar a segurança pública dos maranhenses, USCs a serem construídas no Anjo da Guarda, Cidade Operária, João de Deus, Liberdade e São Raimundo. “Até o final de 2014 serão 18 unidades na capital e seis no interior do estado. Este é o meu compromisso. Essa é a minha meta e quero contar com a participação e colaboração de todos vocês”, disse a governadora.
 
A solenidade contou com a participação de secretários de Estado, entre eles o chefe da Casa Civil e interino da Infraestrutura, Luis Fernando Silva; deputado federal Lourival Mendes, autor da emenda parlamentar que garantiu recursos para equipar a unidade; os comandantes da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco; da Polícia Civil, delegada Cristina Resende; do Corpo de Bombeiros, Marcos Paiva; do superintendente da Polícia Federal, Cristiano Barbosa Sampaio; vereadores, a presidente da Associação Comercial do Maranhão, Luzia Rezende; líderes comunitários e moradores dos bairros beneficiados e comunidades vizinhas.
 
Novo conceito
Em seu pronunciamento, a governadora Roseana Sarney destacou que a inauguração da unidade marca o início de uma nova etapa do programa de combate à violência no Estado. “Esta é a primeira e tenho certeza que será um exemplo para todo o nosso estado. Essa não é apenas uma nova dependência do sistema de combate ao crime e de repressão aos infratores da ordem pública, trata-se de um novo conceito. Uma nova abordagem para garantir um dos direitos mais fundamentais dos cidadãos: viver em paz, em harmonia e segurança, sem sobressalto e sem medo. Essa é a nossa proposta”, afirmou Roseana.
“Aqui, além dos 92 policiais, 12 veículos novos e das 10 câmeras de videomonitoramento 24 horas, nós teremos também uma sala de convivência aberta à comunidade, um auditório com capacidade para 60 lugares e uma sala de inclusão digital onde funcionará um telecentro com 15 terminas para a realização de cursos profissionalizantes para jovens, adolescentes e adultos da região”, contou Roseana Sarney.
Dentro da iniciativa, 28 jovens já iniciaram curso de Auxiliar de Escritório. Nesta semana, 25 mulheres da comunidade começam as aulas no Curso de Formação Inicial e Continuada em Preparo, Conservação e Congelamento de Alimentos, como parte do projeto Mulheres Mil. Os cursos serão oferecidos por meio do programa Maranhão Profissional e têm parceria com a Associação Comercial, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Instituto Federal de Educação Tecnológica do Maranhão (IFMA) e universidades. 
 
Compromisso com a segurança
O secretário Luis Fernando Silva também assinalou que a USC traz muito mais que segurança para as comunidades beneficiadas. “Essa iniciativa, além de combater a criminalidade também oferece novas possiblidades aos jovens. Temos certeza que teremos dias melhores aqui na Divinéia, na Vila Luizão, no Sol e Mar e nos bairros vizinhos”, ressaltou.
 
O deputado Lourival Mendes destacou o compromisso da governadora Roseana Sarney com a segurança. “Nunca se viu tanto investimento nesta área como no governo atual”, observou. O coordenador de Juventude do Grupo Ação e Renovação Popular (Garp), Rubens Ferraz, disse que os índices de criminalidade em toda a região tendem a diminuir significativamente com a instalação do projeto.
“Trabalhamos para que essa ideia se concretizasse. O Garp e o Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) lutaram para isso. O objetivo está alcançado e agradecemos a disposição da SSP em implantar este projeto maravilhoso em nossa comunidade”, observou.
 
A líder comunitária Maria da Glória Melo também falou da importância da unidade para redução da criminalidade no bairro. “Agora, as famílias estão mais tranquilas sabendo que têm policiamento 24 horas por dia. Há muito esperávamos por isso e só temos a agradecer essa iniciativa do governo e dos vereadores e deputados que se empenharam em realizar essa obra”, destacou.
 
Projeto
A instalação da USC resultou de estudos feitos pela equipe de inteligência da SSP e foi motivada, segundo informou o secretário Aluisio Mendes, pelos números de criminalidade registrados nesses locais, onde houve significativo aumento do número de homicídios dolosos desde 2011.
 
O projeto implantado pelo governo segue os moldes do Projeto Polícia Pacificadora, implantado nas comunidades do Rio de Janeiro e que tem conseguido reduzir significativamente a violência e o tráfico de drogas. Com inovações no projeto, o Maranhão agora é que serve de modelo até para os cariocas.
“As unidades que serão instaladas no estado possuem o que existe de mais moderno em tecnologia de Segurança Pública, a exemplo das câmeras interligadas a um centro de comando instalado na própria Unidade e também no Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), na sede da SSP”, observou Aluisio Mendes.
 
Com aporte financeiro orçado em R$ 1.248.070,16, a unidade possui terreno com uma área total de 1.778 m², sendo 475 m² de área construída. A SSP também vai intensificar a presença de policiais civis naquelas localidades, com aumento do efetivo e a instituição de um plantão de 24 horas na 7ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro do Turu.
 
UNIDADE DE SEGURANÇA COMUNITÁRIA
- Localização: Avenida Argentina, Rua Peru, esquina com Avenida Argentina, na Divinéia
- Inauguração: Fevereiro de 2013
- Atendimento: 120 mil moradores dos bairros Divinéia, Vila Luizão e Sol e Mar
- Valor da obra: R$ 1.248.070,16
- Área externa do terreno: 1.778 m²
- Área interna: 475 m²
- Sistema de Videomonitoramento com 10 câmaras distribuídas em locais estratégicos e escolhidos pela própria população, cobrindo toda a região 24 horas. Serão interligadas ao Ciops.
- 92 policiais militares
- 5 viaturas
- 4 motocicletas
- 2 novos quadriciclos
 

Simple Picture Slideshow:
Could not find folder /var/www/images/noticias/disque-denuncia